{Resenha} Marley e Eu - John Grogan

Por Ingrid

Costumo dizer que não choro com livros, que por mais que o livro me toque profundamente é complicado cair uma lágrima, porém terei que rever meu conceitos após ler Marley e Eu. Esse livro tocou minha alma porque eu chorei até não ter mais água no corpo.

Esse livro garimpei em um sebo e a história no meu coração. John Grogan é um jornalista recém-casado com Jenny que após matarem uma planta e aceitarem mais ou menos o fato de que Jenny não nasceu para maternidade decidem adotar um cão. 
O cão que eles adotam, um filhote de labrador, acaba se tornando o pior cão do mundo por inúmeros casos. Desde cheirar virilhas dos visitantes como salivar as paredes da casa. Ou até mesmo beber água da banheira e revirar o lixo. Mas mesmo com tudo isso a vida do Mr. Grogan e de Jenny muda completamente. 

Marley estava presente quando eles tiveram os seus filhos, quando acontecia algum acidente com algum vizinho, em vários momentos de prazer e alegria e até mesmo os mais tristes. 

Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro. Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. (John Grogan)

Serei sincera, eu não tenho um cãozinho pra chamar de meu, mas passei a ver os cachorrinhos das minhas amigas com outros olhos. A Lila tem um que eu tenho a certeza se tornará melhor amigo da Emilly. 

Sinopse: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. 

Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.


Não tenho mais visto esse livro vendendo em livrarias mas com certeza em sebos e até na estante virtual deve ter. Ou algum amigo seu tem, então pede emprestado, arrume um jeito. Você precisa ler esse livro!

19 comentários

  1. Olá linda,

    Não chora lendo livros? Choquei haha! Parece uma amiga minha...não chora por nada. Mudou isso quando leu Mentirosos.
    Eu choro por qualquer coisa. Sou manteiga derretida assumida rsrs.

    Quando li Mraley & Eu chorei até soluçar e mamãe achar que eu estava doente rs. O livro é lindo. Retrata uma amizade sincera e duradoura, onde Marley ensinou que amar requer sacrifícios e paciência.

    Beijinhos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bom?

    Eu li esse livro faz muitos anos! E eu realmente fiquei encantada com Marley. Não tem como você não se apaixonar por ele, pelas travessuras. É uma leitura leve, agrada/ável, divertida e emocionante <3
    bjs
    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu já li esse livro e é uma história maravilhosa de companheirismo e lealdade. Não tem como não rir com as estripulias de Marley ou de chorar quando ele começa a adoecer.
    Com certeza um excelente livro!
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu li esse livro quando tinha recém ganhado a minha cachorra, caramba, como eu chorei, quanto mais perto do final chegava mais eu passava mal e não conseguia ler... até hoje não li a parte fatidica, nem assistir o filme até o final. Essa deve ser uma das histórias mais tristes porque primeiro o Marley te conquista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Eu li esse livro há tempos, quando eu consegui na biblioteca que frequento. Essa história é maravilhosa mesmo, chorei horrores com o livro e com o filme também. Essa leitura é mais que recomendada, nos faz refletir sobre várias coisas!!!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhh não, marley e eu me faz chorar demais, tanto o filme quanto o livro!
    Esse fim de semana mesmo vi uns 4 dele na saraiva da minha cidade, é uma capa muito marcante pra sair do mercado Poxa...
    Bjsss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, eu morro de vontade de ler esse livro, eu apenas vi o filme e sou apaixonada por ele, sempre choro muito, imagino o estrago que o livro não deve fazer!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  8. Tenho uma edição muuuito antiga desse livro, e bem difícil de ler, por ser daqueles tipos de pocket que é ruim até pra abrir. Tentei ler duas vezes e não consegui. Amo deemais o filme e meu coração quebra um pouco sempre que assisto <3 Como não amar?!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ingrid. Já tive dois cachorrinhos maravilhosos e o destino deles não foram muito bons. Por isso, sempre que vejo um livro/filme com a temática, passo bem longe, pois sei que irei me debulhar em lágrimas, rs.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  10. Oiie amiga,

    Que resenha linda. Que bom que ele te tocou e fez você chorar, gosto quando os livros me fazem ficar assim. Mas você acredita que nunca li e nem vi o filme Marley e Eu? Sabe eu não gosto nem de livros ou filme que tenho como protagonista animais, eu sei que eles são os melhores amigos, mas não eu consigo entender isso, sabe, tem alguns que coloca até o cachorro para falar, e isso não desce. Mas admiro essa estória e acho linda (pelas resenhas que eu já vi)

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor!
    Ainda existe esse livro na livraria, não se preocupe. :) Mas com outra capa (e acho essa, da foto, a melhor edição). Eu li esse livro, amei-o tanto… Hoje me arrependo, porque eu o troquei por outro livro. Deveria ter mantido essa obra comigo, porque tem uma história engraçada e emocionante. Gostei da sua resenha. Deu-me uma saudades do Marley.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Marley & Eu é puro amor!
    Também chorei muita coisa com esse livro, mas eu choro normalmente rs.
    Ameia forma que foi sútil na resenha.
    Beijos, Maisa.

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Eu não li esse livro, mas choro tooooodas as vezes que vejo o filme. Acho uma história fofa demais e fiquei muuuuito feliz em saber que a obra te fez mudar de opinião em relação aos dramas :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  14. Eu não posso ver esse livro que me dá um ódio da pessoa que pegou emprestado e nunca devolveu! O livro foi um presente de um amigo da época da faculdade e ti há a dedicatória mais linda do mundo! Não entendo como alguém tem coragem de pegar algo de alguém, sabendo do meu amor pelo livro e do que representava e nunca devolver!!! :( Agora que desabafei, vamos a resenha, eu TB chorei com esse livro, tinha perdido minha cachorrinha bem recente qdo li!! E eu quero muito encontrar outro livro desse, é o tipo de livro que quero deixar pra minha filha!!! Hahaha finalmente chorou né dona Ingrid!!

    ResponderExcluir
  15. Oie
    Morro de curiosidade em ler esse livro, mas eu choro até com desenho animado e já me contaram como esse livro acaba e eu ia morrer seca de tanto chorar. Já tive caezinhos e todos morreram, hoje só tenho gatinhos e gente... MEo deos, mesmo sendo uma história linda, eu iria morrer de chorar!
    Beijos!

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  16. Olá Ingrid,
    Não quis ler o livro após assistir o filme...
    Muita tristeza para uma pessoa só, lembro e já tenho vontade de chorar.
    Tenho um lindo Chow Chow que é meu melhor amigo aqui em casa e já rasgou o lençol da cama entre outras estipulias caninas, mas ele é doentinho e de tempos em tempos tem crise e quase morro de tristeza.
    A história do Marley é linda e representa a relação de muita gente com seus amigos peludos.
    Que bom que ele te emocionou a ponto de fazer seu coração gel, ops, a ponto de te fazer chorar pela primeira vez lendo hahahaha

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  17. Lila, eu amei esse livro e o filme tbm, um dos poucos filmes que não deixou a desejar pro livro. IMPOSSÍVEL não chorar com esse livro, cara.
    E na internet ainda tem eles americanas / submarino ♥
    Tay

    ResponderExcluir
  18. Eu li esse livro faz alguns anos e nossa fiquei tão emocionada e chorei... chorei... =/ Ótima resenha.

    Abraços,

    Blog:http://ossegredosdoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bom?
    Esse livro também me emocionou quando eu li e dificilmente choro lendo livros. É tão insano pensar como essas criaturinhas nos amam acima de tudo. Elas só pedem cuidados e esse livro merece ser lido por todos.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Topo