Paris é uma Festa


Quando a Primavera chegava, mesmo que se tratasse de uma falsa primavera, nossos problemas desapareciam, exceto o de saber onde se poderia ser mais feliz. A única coisa capaz de nos estragar um dia eram pessoas, mas se pudesse evitar encontros, os dias não tinham limites. As pessoas eram sempre limitadoras da felicidade, exceto aquelas poucas que são tão belas quanto a própria primavera.

Livro: Paris é uma Festa . Ernest Hemingway

Um comentário

  1. Que lindo!
    Adorei e anotei pra ler. Vou marcar lá no Skoob agora rs

    Beijos!!

    ResponderExcluir

Topo