Clarice, in “Perto do Coração Selvagem”



“… não haverá nenhum espaço dentro de mim para eu saber que existe o tempo, os homens, as dimensões, não haverá nenhum espaço dentro de mim para notar sequer que estarei criando instante por instante, não instante por instante:
sempre fundido, porque então viverei, só então viverei maior do que na infância, serei brutal e malfeita como uma pedra, serei leve e vaga como o que se sente e não se entende, me ultrapassarei em ondas, ah, Deus, e que tudo venha e caia sobre mim, até a incompreensão de mim mesma em certos momentos brancos porque basta me cumprir e então nada impedirá meu caminho até a morte-sem-medo, de qualquer luta ou descanso me levantarei forte e bela como um cavalo novo.”


Perfeito não é mesmo?
Beijos!



6 comentários

  1. Oi vim retribuir a visita lá no G&F, Obrigada por ir lá. Seu blog é lindo ♥

    ResponderExcluir
  2. nossa que forte e intenso,curti demais !E a imagem escolhida tá linda, ficou perfeito!


    Beijoca !

    http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/

    Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior.É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!
    Mario Quintana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei! Curto muito Clarice, ela é muito intensa, e foi difícil encontrar a imagem ideal para ilustrar, Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos!!

      Excluir
  3. Oi seu blog é lindo parabéns amei os textos e só para avisar que estou seguindo por que eu amei!

    o meu blog também é dessa categoria de textos mais eu chamo de poemas que eu crio, eu sei que vc vai gostar. =)
    A juda na minha meta lá do nlog segue devolta beijoss grandes (almapoeticaa.blospot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naiara!!
      Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado do blog!
      Claro que ajudo! Vou conhecer seu blog e segui-lo com certeza!
      Beijos!!

      Excluir

Topo