"A Culpa é das Estrelas"

Leitura terminada em Junho!

Título: A Culpa é das Estrelas
Autor(a): John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 283



Sinopse: Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas


"A Culpa é das Estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer.

Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma.

Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar."

Gos
tei muito do livro, embora a expectativa em relação a esse livro fosse muito alta, recomendo!! É um livro forte, porém com uma leitura rápida e fácil."A Culpa é das Estrelas" trata exatamente do assunto sorte e destino. De como tais fatores podem sim afetar a vida de alguém. Neste caso, a vida de Hazel e Gus.

Comovente e despretensioso...


Quotes:

“- Esse é o problema da dor – Augustus disse,e aí olhou para mim. – Ela precisa ser sentida.”

“Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas (...)”

“Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenar um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.”

“Alguns infinitos são maiores que outros.”

“A tristeza não nos muda (...),ela nos revela.”

"O.k. – ele disse, depois do que pareceu ser uma eternidade. – Talvez o.k. venha a ser o nosso sempre.
O.k. – falei.
E foi o Augustus quem desligou…”

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo