Cigano Lobo [Resenha]

Onde Comprar
Uma antiga profecia cigana dizia que no futuro nasceria um cigano com dons telepáticos e que também seria um perito no manejo de facas. A mesma profecia afirmava que ele receberia um cinturão mágico e que se tornaria um herói. Este cigano é Hiago, um homem com personalidade forte e marcante, que possui um lobo como animal de estimação. Enquanto Hiago tenta conhecer a si mesmo, quatro seriais killers perigosíssimos, um inimigo de infância e um alienígena tornam-se terríveis ameaças para o mundo e para o seu legado. Quem vencerá essa batalha?

Conheci o autor através do Skoob (rede social de leitores) e para ser bem sincera, quando vi a capa do livro achei que não iria gostar, a capa feita pelo autor lembrava mais HQs do que os livros que eu estava acostumada, mas agora vou dizer algo bem clichê: "Nunca julgue um livro pela capa!" pois o livro acabou me surpreendendo e me ganhando!

Cigano Lobo foi um livro que me tirou completamente de minha zona de conforto. Fala de uma antiga profecia, da cultura cigana e traz muitos personagens bem construídos psicologicamente, cada um com uma personalidade distintas e marcadas pelo seus dramas pessoais. O personagem principal é Hiago, um cigano sedutor com poderes paranormais, que vive sua jornada de vilão a herói!

Hiago é famoso por conquistar varias mulheres, com suas habilidades com as facas e seu charme cigano. Ele está sempre acompanhado  do seu lobo de estimação, um verdadeiro companheiro de aventuras, ele é o terror dos criminosos, um verdadeiro justiceiro! Um personagem marcante que  certamente vai conquistar os leitores, da mesma forma que me conquistou!

Sobre os personagens, eu gostei bastante da construção dos vilões, olha que muito tem vilão nessa história! O autor mostra que cada um deles teve um motivo para se transformar no que se tornarão, verdadeiros monstros cruéis e que só pensam em vingança! Além do Cigano também temos uma heroína, a detetive Katarina que tem como missão prender Hiago que para policia não passa de um bandido, só que na verdade ele acaba fazendo todo o serviço que a mesma não consegue. Mas Katarina viverá um dilema entre cumprir sua obrigação ou seguir seu coração. Tudo isso você só irá descobrir lendo essa aventura.

Qual a escolha certa a fazer?  Se regenerar? Usar seus dons para o bem? Seguir a tradição ou trilhar seu próprio destino? Uma escolha pode mudar a vida de muitas pessoas! 

O livro é uma publicação do clube dos autores e é o terceiro livro do autor. O enredo é muito bem escritos, a história bem amarrada, personagens bem construídos e o desfecho é surpreendente, deixando uma promessa de mais aventura e o gostinho de quero mais. A leitura te prende e é bem rápida! Como já havia dito,  eu sai da minha zona de conforto, me surpreendi e fui muito feliz nessa leitura! Então só posso recomendar a leitura e agradecer o autor pela confiança e também me desculpar pela demora da resenha.




"Estou em busca de conhecer a mim mesmo! Não posso viver uma vida imposta pela sociedade em que nasci! Uma pessoa que se deixa levar por tradições, costumes ou tabus, nunca será ela mesma! Uma pessoa que conduz a própria vida em função da opinião dos outros, não é livre!"


Sobre o autor

Mini
Demetrio Alexandre Guimarães
Sou paulistano de nascença e cidadão rio clarense de coração. Eu nasci no dia 18 de novembro de 1975, na cidade de São Paulo(SP) e mudei para Rio Claro(SP) no ano de 1991. Trabalhei como músico entre 1995 e 2000, quando ingressei no curso de Geografia da Unesp de Rio Claro.Em 2002 comecei a lecionar como professor eventual e me apaixonei pelo magistério.No ano de 2006 me efetivei em Sumaré (SP) como PEBII de Geografia pela rede estadual de ensino.Trabalhei durante cinco anos em Sumaré, onde no ano de 2007, após assistir dezenas de filmes de super heróis, resolvi começar a criar os meus próprios personagens e inventei o Rudamon. No mesmo ano me aventurei a escrever um livro.No ano de 2008 eu publiquei o meu primeiro livro "Rudamon:O Novo Herói" pela editora Livre Expressão.Em 2011 eu consegui remover o meu cargo de professor para Rio Claro.Em 2013 eu descobri o site Clube de Autores e publiquei a segunda edição do meu primeiro trabalho mudando a capa e o título (Rudamon). No mesmo ano eu também publiquei o meu segundo livro "Rudamon II".No ano de 2015 eu publiquei o meu terceiro livro "Cigano Lobo" também pelo site Clube de Autores. Considero-me um escritor amador.Faço todo o meu trabalho sozinho (escrevo, faço a diagramação, reviso,crio os desenhos,faço a publicidade,os vídeos,os blogs, as páginas e as publicações).Não tenho como fazer diferente porque me falta recursos financeiros para pagar outros profissionais.Isso explica o fato de os meus livros ainda precisarem de alguns pequenos ajustes.Continuarei trabalhando e acreditando, sempre à espera de alguém que possa reconhecer o meu trabalho e acreditar junto comigo.
No Facebook: www.facebook.com/ciganolobo



16 comentários

  1. Realmente, a capa também não chamaria o meu interesse, a gente costuma julgar muito o livro pela capa mesmo né? Enfim, que bom que você deu oportunidade para essa leitura e que lhe agradou bastante. Suas impressões demonstram mesmo que é uma leitura ótima.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi, ainda não conhecia o livro e uma coisa que me chamou bastante a atenção e despertou o meu interesse, foi o boa construção dos vilões, porque acho fundamental isso para este tipo de enredo.
    Espero poder conferir em breve!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie, a princípio o livro n~ão me chamou tanta atenção, parece uma mistura muito grande de personagens, lobos, serial killer, ciganos, ee, e uma coisa que me incomodou foi o trechinho que você colocou no final da resenha, são muitos pontos de exclamação para um trecho tão pequeno, e se for assim o livro todo me perturbaria muito.

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline, tudo bem?
    Eu nunca li nada relacionado com a cultura cigana, tenho certeza que esse livro também me tiraria da minha zona de conforto literária. Pelo que você mencionou parece ser um livro muito bem estruturado que equilibra os elementos místicos da cultura cigana com uma trama emocionante cheia de vilões, questionamentos e ainda tem uma heroína. Achei o enredo bem interessante e me despertou a curiosidade, vou anotar a dica aqui e quem sabe um dia não irei ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia o livro e nem o autor mas confesso que pela capa eu não compraria não. Na verdade, nem chamaria a minha atenção.
    Realmente é um livro para nos tirar da zona de conforto, já que nunca vi nada parecido. Gostei de saber que existe bastante vilões na história, isso com certeza a deixa bem mais animada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    Adorei a premissa do livro e ainda por ser nacional, porque to lendo bastante coisa nacional por agora, então amei a dica. Gosto de livros bem estruturados, com tudo amarradinha e uma narrativa fluida e não maçante. Esse livro parece ser assim então com certeza vou procurar saber mais sobre e assim lê-lo. :D

    beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Achei bem bacana a premissa do livro (apesar de não entender direito como serial killers e um alienígena se encaixam nesa história hahaha) e achei a proposta do autor bem inovadora.
    Gostei de saber também que a história é bem escrita e bem amarrada, espero que o autor escreva mais livros, pois pelo jeito ele tem muito talento

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu não sei nada sobre a cultura cigana, mas tenho muita curiosidade de conhecer, principalmente depois que conheci personagens ciganos na série "Os Hathaways", da Lisa Kleypas. Fico feliz em saber que o livro seja surpreendente e que o autor tenha desenvolvido bem o enredo e os personagens, fiquei curiosa para ler.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Demétrio,
    Confesso que não fiquei curiosa em relação a essa leitura, pois a única coisa que chamou minha atenção foi a construção dos vilões, que me pareceu ter sido bem feita e trabalhada.
    Achei bacana você ter saído de sua zona de conforto e curtido a leitura, mas não é um livro pra mim, infelizmente :(
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Não conheço nada sobre cultura cigana, exceto o pouco que pude ver em um livro de romance de época que li. É um livro que vai me tirar da minha zona de conforto, assim como fez com você, então acho que não é a melhor leitura para o momento rs Mas, gostei muito de saber sobre a construção dos vilões, então deixo a sugestão anotada para futuras leituras. Gostei de saber também que se trata de um enredo bem construído, bem amarrado e com uma ótima fluidez. Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Realmente essa capa é totalmente desanimadora e também não gostei muito da diagramação, admito, mas a premissa com profecias ciganas me pareceu bem original e fiquei levemente curiosa pois não consigo me lembrar de nenhum outro livro que tenha a mesma temática. Ainda assim acho que não é algo que eu leria, ao menos por agora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro personagens ciganos acho eles b exóticos e com uma cultura muito bacana!
    Realmente a capa desse livro não está muito bacana e convidativa! Mas a premissa é tão interessante que esquecemos esse detalhe!
    Fique curiosa com o livro.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olá, sabe que eu não conhecia esse livro ainda e confesso que ele não chamou minha atenção :/ seilá mas não é o tipo de leitura que procuro no momento. Fico feliz em ver que você gostou e que recomenda, tenho certeza que mais para frente eu darei uma chance a ele e vejo o que vou achar.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Nunca tinha escutado falar deste livro antes. De fato a capa é um pouco estranha e não sei se eu leria apenas olhando para ela. Mas sabendo que o livro fala de uma lenda cigana, envolve essa cultura e tem herói e heroína, me sinto bastante atraída m lê-lo. Fiquei curiosa para saber o papel de todos estes vilões e como Hiago e Katarina farão para conseguir cumprir seus objetivos. Uma ótima dica, adorei!


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  15. É muito clichê mesmo a famosa frase de não julgar um livro pela capa, mas como se é o que a gente vê primeiro? O melhor é quando acontece de a gente se surpreender positivamente - como me pareceu o seu caso pela resenha. Não gostei da capa e a história não é bem meu tipo de leitura. Mas ler sua resenha e ver que a história é bem amarrada, com rápida leitura e bons personagens me deixou curiosa e querendo saber mais sobre o livro e o autor :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Pela capa eu também não leria e é difícil não julgar... Que bom que a história te surpreendeu positivamente depois da sua resenha eu também fiquei curiosa sobre a história. Muito sucesso para o autor!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Topo