{Resenha} Tudo que se perde, tudo que se ganha - Clarissa Corrêa

Por Ingrid

"Dizem que o corpo fala. Se isso é verdade, meu amigo, o meu grita."

Clarissa estava acima do peso, irritada com os quilinhos a mais e sabendo que primeiro deveria emagrecer a cabeça. Na verdade, o jeito dela me conquistou logo de cara quando vi que ela prega o que vive. E mais ainda, momento algum diz que o bonito é ser magro. 
Ela nos conta que não estava mais feliz do jeito que estava e por isso queria emagrecer. Ela queria se amar. Lemos isso nas crônicas e percebemos que ficamos motivados a cada página. 

Uma vez me perguntaram: Ingrid, esse livro é sobre o que? Respondi que eram crônicas de emagrecimento, mas agora responderia de outro jeito. São crônicas escritas como desabafo para incentivar outras pessoas a buscarem o seu amor-próprio. 

Podem até chamar de livro de auto-ajuda, porém ao meu ver, vai além disso. A reflexão que as crônicas trazem, ajudam na vida. 

"Sua liberdade termina onde começa a minha. Acho isso extremamente perigoso. Essa falta de tato, essa falta de pudor ainda vai acabar com o mundo. Ou então vai destruir completamente as relações."

192 páginas
Editora Gutenberg
Primeira edição publicada em 2015

Um comentário

  1. Ingrid, preciso desse livro! Me identifiquei bastante!!
    Estava sentindo sua falta, obrigada por voltar!

    ResponderExcluir

Topo