[Resenha] A vez da minha vida - Cecelia Ahern

Quando fui a livraria nem imaginava que P.s. Eu te amo era na verdade a adaptação de um livro, daí entendi porque o filme é tão bom. Quando encontrei o livro ‘A vez da minha vida’ me apaixonei pela sinopse, mais que pelo livro em si, então trouxe pra casa, mas não pensem que me arrependi, este livro tem muito a ensinar.

Lucy Silchester está beirando seus 30 anos, mora em um estúdio/apartamento de um cômodo, cria um gato/gata em segredo, já que é proibido criar animais em seu prédio, tem um emprego que não gosta e tem um hábito terrível, sua vida é baseada em mentiras. São tantas mentiras que em partes da estória você se confunde, ela descreve uma cena de filme onde o final é com certeza ‘felizes para sempre’ e em seguida desmente.

Seu turbilhão de mentiras tem início quando seu namorado resolve terminar o relacionamento e Lucy tem a brilhante ideia de dizer a todos que foi ela quem terminou. Como em todas as mentiras, para sustentar a primeira outras precisam ser contadas. E com Lucy chegou a um ponto que para qualquer pergunta ela respondia logo com uma mentira, seja no emprego, com os amigos ou com sua família. Não que sua vida estivesse na melhor fase, junto com o namorado Lucy perdeu o apartamento dos sonhos e um ótimo emprego.

A situação chegou a um extremo que sua família resolveu contratar uma pessoa para ajudar Lucy a mudar sua situação. Contrataram sua vida. É meio estranho no começo mas logo acostumamos. Trata-se apenas de uma pessoa que tem acesso a todos os dados de toda sua vida para então lhe acompanhar mostrando pontos que necessitam de melhoria.

Para tanto Lucy precisava concordar e então várias cartas são entregues para ela até que Lucy resolve se encontrar com sua vida, mesmo tendo plena convicção de que sua vida está ótima e que não há como melhorar. Ao visualizar sua vida, que na realidade é um homem desgrenhado, mal vestido, com mal hálito e barba por fazer, ela não acredita que esta é realmente sua vida.

Apesar de não percebermos nossa vida precisa sim de ser refletida e mudada em alguns pontos para vivermos mais felizes, nos relacionarmos melhor e criar menos problemas. É isso que o livro passa, muitas das situações vividas por Lucy nós já passamos. Estar cara a cara com nossa vida é uma loucura mas se fosse possível, o que imagina que sua vida diria a você? A minha sem dúvidas me daria uma bronca e um puxão de orelha que, confesso, mereço.

Então agora que conheço a obra da Cecelia estou curiosa para ler ‘P.S. Eu te amo’, sei que o filme não foi suficiente. Obrigada a cada um que leu a resenha. Como sempre peço: comentem, adoro ler cada um. Forte abraço.

Lili Marques

3 comentários

  1. Precisooo ler esse livro!!

    Seria muito legal se isso acontecesse na vida real, eu também tomaria um (imenso) puxão de orelha :P
    Acho que seria algo amedrontador, porque você teria 'alguém' que sabe tuuudo sobre você e ao mesmo um alívio por não precisar falar nada, já que a 'pessoa' sabe tudo mesmo rs Não ia precisar disfarçar como muitas vezes faço, fingindo estar bem quando não estou.

    Adorei a resenha!
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  2. Lili, eu curto muito romances assim que acabam te levando a uma meditação sobre a vida. Se eu encontrar na livraria eu vou comprar
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom repensar no que estamos fazendo e nos planos que tínhamos.
      Uma ótima leitura para ti, é um livro pra ficar sempre na cabeceira.
      Beijos

      Excluir

Topo