RESENHA: Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática - Thalita Rebouças

Por Ingrid Faria

"Dona Thalita, você precisava mesmo fazer uma obra com um título tão grande? Tudo bem, eu deixo passar porque eu gostei bastante da personagem criada por você."

Primeiramente, preciso dizer que não acredito que esse livro vá agradar a todas as faixas etárias, contudo é necessário reforçar que as adolescentes em geral precisam ler esse livro. A Thalita Rebouuças conseguiu criar uma personagem, Tetê (na verdade o nome dela é Teanira e só por isso a gente já sente o drama da história), tão nova e tão identificável. Não faz diferença quem você foi na escola, você vai se identificar.

Sinopse do livro: Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz. 
O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor.
É uma história clichê? Talvez. Porém, é uma história bem escrita, então por mais que você diga que já leu esse assunto repetidas vezes... Seria bom ler de novo. A autora já tem mais de 2 milhões de livros lidos e pra quem já leu os outros, já sabe: esse foi o melhor. Fora o fato que foi uma leitura surpresa pra mim. Eu li emprestado da minha prima (beijos Ju) e não imaginava que eu ia acabar gostando tanto; me identificando.
Nessa história temos uma menina dramática chamada Teanira, mas que prefere ser chamada de Tetê, obviamente, que precisa se mudar com seus pais para a casa de seus avós porque seu pai tinha perdido o emprego devido a uma crise econômica. Ou seja, tchau Barra da Tijuca e olá Copacabana. A princípio um desespero misturado com tristeza, como também uma pontada de alívio de conseguir se livrar da antiga escola que sofria bullying para uma nova vida escolar. Ao chegar lá, Tetê já vê que as coisas podem mudar. 
Com fé que novas coisas iam acontecer, Tetê, conseguiu fazer dois amigos: Zé e Davi. E mostrou para os leitores da Thalita que é possível transformar as coisas a nosso favor, ou melhor, é provável que coisas boas nos aconteçam quando buscamos olhar a vida de outro jeito, com outro foco.
Uma coisa a mais no livro foram as receitas publicadas em cards durante a história. Visto que a moça amava cozinhar e conectou suas receitas ao enredo. Thalita ganhou mais um ponto comigo. Assim como ganhou ao retratar um assunto necessário de forma cômica e com a devida seriedade. Ela não banalizou o tema, como eu sinceramente pensei que aconteceria ao final. Pelo contrário, da metade ao final do livro, você luta para não largá-lo.
Sendo assim, Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática, é um livro gostoso de ler; é aquela história que você não vê motivos para não se apaixonar. 
"Thalita, obrigada por ter escrito esse livro e ter dado carinho ao coração de tantas meninas"

Um comentário

  1. Adorei o titulo apesar de ser tão grande haha Parece ser uma historia do tipo que a gente lê rapidinho

    Beijooos
    Le Duo

    ResponderExcluir

Topo