Beleza Americana - um clássico

Por Ingrid

"Às vezes há tanta beleza no mundo."

Beleza Americana mostra-se um filme clássico contemporâneo desde o começo. A começar pelo nome do filme "American Beauty" que é o mesmo nome das rosas dos EUA artificiais, esteticamente perfeitas, sem espinhos e puramente decorativas; não aparentam uma verdadeira beleza e sim uma aparência, como as pessoas que convivemos nesse século.
As rosas são presentes nos sonhos de Lester, na decoração e no cenário por completo.

Dirigido por Sam Mendes (diretor de Skyfall) o filme conta a história de Lester (Kevin Spacey) e Carolyn (Annette Bening) e um casamento que não estava indo pra frente, pelo contrário, logo nas primeiras cenas você já percebe uma infelicidade. Eles são pais de Jane (Thora Birch), uma jovem que precisa se manter sã perto da loucura dos pais.
Carolyn não aceita mais o emprego que tem, Lester encontra-se em uma crise de meia idade, Jane não tem resquícios da personalidade dos pais e essa família tem como vizinho a família de Ricky (Wes Bentley) um jovem que gasta boa parte do seu tempo gravando seus vizinhos e seu pai um coronel que além de neurótico, vive em negação ao que acredita como o Ricky diz.

A genialidade da história é criada pelas personagens. Jovens com raiva, homem desejando uma adolescente perfeita, uma mulher rude e um gay que não se vê pronto a se declarar ou se assumir, como assim preferir.
Podemos citar aqui o existencialismo (já citado na resenha de "o show de Truman") ao falar da vida moderna. Como também podemos falar de como o filme é feito a base de referências, por exemplo, a casa em que a família vive é algo perfeito, alinhado e bem decorado, diferentemente da vida deles, para mostrar uma coisa que eles não são.

Sendo assim fica aqui minha indicação. Beleza Americana é um clássico.

"Foi quando entendi que havia essa vida toda por trás das coisas, e essa incrível força benevolente, que dizia pra eu não ter medo.
As vezes eu sinto que há tanta beleza no mundo, e eu não posso resistir.
E meu coração parece que vai sucumbir".

9 comentários

  1. Preciso confessar, embora você tenha escrito belas palavras sobre o filme, que de fato ele tem algo de muito belo. Quando assisti Beleza Americana, não gostei.São problemas que muitas pessoas comuns tens e não vi nada demais na história.
    Mas entendo e muito as pessoas gostarem dele.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi Ingrid, conheço o filme, mas confesso que nunca me interessei em ver. Apesar de ser muito apreciado, o enredo não me conquistou. é uma bela mescla de personalidades que temos aqui não é?
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá Ingrid, tudo bem?
    Eu não lembro agora de quando é o filme, final da década de 90 ou início dos anos 2000, lembro que assisti logo que saiu em fita cassete ou dvd, a memória está falhando (kkkkk). O filme é bom sim, mas a fama é maior que a qualidade do filme ao meu ver.
    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Oiii Ingrid, tudo bem?
    Eu já conhecia o filme e confesso que adoro, é um clássico e creio que todos deveriam assistir, iria mudar alguns pensamentos da nossa poopulação.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Ameeei a resenha, já quero ver o filme

    ResponderExcluir
  6. Sempre ouvi falar, mas nem sabia sobre o que se tratava, ótima pesquisa e indicação :D

    ResponderExcluir
  7. uma amiga assistiu recentemente e me indicou... mas eu já venho a algum tempo querendo conferir essa história... legal o lance da casa ordenada em contraponto a familia caótica... vou me ater a esses detalhes quando assistir ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  8. OO!
    Não conhecia o filme, mas já me interessei! Parece ser bem legal e com personagens incríveis.
    Dica anotada!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adoro as suas indicações de filmes. Esse com certeza é um que venho namorando há muito tempo mas por algum motivo ainda não assisti e sei que estou perdendo, porque nunca vi ninguém falar mal.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Topo