RESENHA Ela disse, ele disse - Thalita Rebouças

Por Ingrid

Thalita Rebouças (novamente presente nas minhas leituras esse ano) nos presenteou com suas 189 páginas de um romance puro estilo "Little Manhattan". Aquelas leituras leves para serem feitas na correria do dia a dia. Ou também aquele livro que você dá para a sobrinha/filha que está começando a ler os romances por aí publicados.

Sinopse: Em seu primeiro livro a ter um menino como protagonista, Thalita Rebouças mostra a mesma sensibilidade e bom humor para captar o universo adolescente masculino quanto revela em relação ao mundo das meninas. Fenômeno da literatura teen com 10 títulos publicados e mais de 800 mil exemplares vendidos, a autora de Fala sério, mãe! , Tudo por um namorado e Uma fada veio me visitar, entre outros sucessos, lança agora o divertido Ela disse, ele disse. Com tiragem inicial de 30 mil exemplares, o livro chega às lojas pelo selo Rocco Jovens Leitores.

Alternando as vozes de Rosa e Leo, ambos adolescentes de 14 anos novos no mesmo colégio, Ela disse, ele disse é um divertido romance que mostra como meninos e meninas podem sentir as mesmas coisas, mas pensar e agir de modo muito diferente. Por muito pouco, a timidez de um pode virar antipatia na cabeça do outro; por outro lado, uma reação mais alegre e espontânea corre o risco de ser interpretada como “mole” pelo sexo oposto. Não é à toa que, do alto dos seus 14 anos, Rosa conclui que “garotos são feitos de outro tipo de massinha”

Não vi problemas entre criar um romance entre dois alunos novos de uma escola nova mesmo com pouca idade e em tão poucas páginas, mas me irritei com a criação de uma personagem de dez anos de idade (afilhada da mãe do Leo) que falava como criança mais velha dando conselhos. Não que a personagem fosse mal construída, porque de fato não foi, ela tinha personalidade. Porém não consegui levar a sério. Como se esta personagem fosse responsável para eu tirar uma estrela do livro.

É verdade que a autora coloca gírias cariocas no meio de seus textos, uso uma linguagem coloquial em diversas partes, todavia isso não me faz querer deixar o livro e sim me faz querer ler mais sobre uns bairros do Rio os quais sou fã.

Não li todos os livros da Thalita e esse também não seria o melhor dela. Mas tenho certeza que vale a pena se levar por essa história no meio da sua rotina. Vai fazer com que você olhe a vida com outros olhos.

16 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Eu adoro a Talita, mas nunca li um livro dela. Já ouvi chuva de elogios e indicações de todos os livros e nesse você não fez diferente. Vou dar uma pesquisada nas obras e me aventurar, tenho certeza de que vou amar a escrita dela. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Os livros da Thalita realmente são sempre divertidos e ótimos para mostrar o universo juvenil.
    Boa resenha
    Bja

    ResponderExcluir
  3. Olá Ingrid, tudo bem?

    Eu já tinha visto essa obra em outros blogs, além é claro de outros livros da Thalita. Gostei da sua resenha por ser curta e objetiva, mesmo não sendo o melhor livro que você leu da autora, parece que gostou, te fez refletir um pouco sobre a vida. Apesar da boa resenha, não pretendo ler a obra.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Eu sempre curto uns livros infanto-juvenil para quando estou de ressaca literária ou quando estou com leituras atrasadas. E por já conhecer a escrita da Thalita, acredito que irei curtir a leitura. Sempre tive curiosidade em relação a esse livro, mas não tive ainda a oportunidade de lê-lo.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. bem, eu não gosto da escrita da autora... e pela premissa tbm não senti vontade de fazer a leitura desse... só de vc descrever a personagem de dez anos tentei visualizar a menina, e... não desceu hahahahaha

    bjs...

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ingrid.
    Eu não consigo ler os livros da Thalita, já tentei diversas vezes ler os livros infanto-juvenis dela, mas infelizmente não me agrada nem um pouco. Todavia, fico feliz que você tenha apreciado a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Nunca li os livros da Thalita Rebouças, mas parecem ser bem interessantes. ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá =)
    Tenho vontade de ler os livros da Talita, porém esse não é o livro dela que me desperta muito interesse. Beijos'

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ainda não conhecia esse livro.
    Ótima dica para os admiradores do tema e da autora.
    Parabéns pela resenha, bjoooooooo

    ResponderExcluir
  10. Oi. Ainda não conhecia esse livro da autora, é um livro juvenil, confesso que não sinto muita vontade de ler, a questão que você citou do personagem, talvez, eu entendesse melhor, seu lesse a obra, mas no momento, não me cativou

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Então, o único livro da Thalita que até hoje me interessei foi esse, porém até agora não li. Já tinha mentalizado a possível escrita dela, e nossa personagem de 10 anos dando conselho é meio não crível né haha Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nada da Thalita e nem conhecia esse livro dela, parece ser uma ótima leitura para passar o tempo e ler ônibus e com certeza super daria de presente para a minha prima que está começando a ler livros de romance! <3

    ResponderExcluir
  13. Olá, gosto da Thalita Rebouças, ela foi uma das primeiras autoras que li e que me colocou nesse mundo literário, agradeço a ela, li todos os livros da série "fala sério" e entre outro e amei todos,antigamente tinha muita vontade de ler esse livro, estava na lista de desejados, mas acho que ele não faz mas o meu gênero, mas se um dia me der na telha irei recomeçar a ler os livros da Thalita pois adoro a escrita extrovertida dela.

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Só li um livro de la e gostei, não conhecia este e não sei se leria ou não, não pela premissa nem nada, mas sim porque tenho outras prioridades.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ingrid ^^
    Tenho muito interesse em ler alguma obra da Thalita porque só vejo elogios bons sendo disparados de todos os lados. Gostei de umas aparições dela na TV e foi por esse fato que continuo tendo interesse em ver como ela escreve para ter um posicionamento definitivo se gosto, curto ou odeio essa autora.
    ELA DISSE, ELE DISSE me parece ter um enredo não muito original e definitivamente o público-alvo dele não sou eu. Poderia até dar uma chance de leitura, mas tenho quase a certeza que iria me irritar na leitura porque uma coisa que odeio é personagens mimados e metidos a dono da verdade absolutamente, e isso vindo de uma pessoa mais nova me deixa mais irritado ainda.
    Parabéns pela leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Confesso que eu não conhecia esse livro. Mas li outro livro da autora e gostei muito da escrita dela. Gosto de romances com adolescentes e fiquei curiosa para conhecer Leo e Rosa. Como sou carioca vou me familiarizar com as gírias. Adorei a sua resenha e vou anotar a sua dica.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Topo