{Resenha} A maldição do tigre - Colleen Houck


Por Ingrid

Não é sempre que eu passo o conselho de ir com pouca expectativa para uma obra, mas dessa vez esse conselho se encaixa perfeitamente aqui. Colleen Houck não soube me ganhar como fez com centenas de fãs da série. Sinceramente? Não quero ler a continuação. Talvez pelo fato do meu pouco contato com livros de magia, por ser cansativo ler em livros de edição econômica ou porque a autora criou uma personagem principal irritante.

"A maldição do tigre" é o primeiro livro da saga "O tigre" e também o primeiro da autora. Isso explica alguns pontos cansativos como a descrição exaustiva de cenas e forma de explicar determinada coisa. Como também é meu primeiro contato com a autora, não posso ser hipócrita e dizer que o livro é péssimo. Sim, tem alguns pontos que a leitura de 288 páginas da Editora Arqueiro vale a pena. Alguns trechos divertidos e outros engraçados.

Nessa obra conhecemos a história de Kelsey, uma garota órfã que mora com seus pais adotivos, e sente a necessidade de procurar um emprego para se adaptar a vida novamente. Ela então arranja um trabalho em um circo, onde precisa se empenhar ao máximo para cuidar de um tigre branco. Aos poucos ela torna-se amiga do tigre e percebe que ele está sob efeito de uma maldição. Na realidade ele é um príncipe indiano que sofre há 300 anos com isso. Kelsey, absorta na ideia de que o tigre precisa ter sua liberdade de volta, resolve ajudá-lo e é nessa aventura que o livro é feito.
Também é válido ressaltar que você mergulha em um mundo totalmente fora do comum e isso talvez seja um ponto positivo.

O que mais me irritou foi a Kelsey, uma personagem com temperamento infantil e desejos não fáceis de se decifrar. Mesmo assim se você gosta de ficção americana e aventuras entre pessoas e tigres, o livro vale a pena. 
Só peço uma coisa, vá com baixa expectativa.

"Pedir ajuda não significa fraqueza."

"Se eu tivesse a opção de escolher a garota que iria me salvar, ainda teria sido você."

Sinopse do livro: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. 
Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times. 

12 comentários

  1. Comecei a ler ontem, espero gostar do livro!

    Adoro livos detalhistas, por mais que pareçam entediantes, me faz viajar com mais eficacia, é ótimo.

    Parabéns pela resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Quando a série foi lançada fiquei bem empolgada para ler, mas acabei deixando passar e o interesse foi embora. Uma pena que você tenha achado a personagem tão infantil, isso acaba irritando.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Realmente, Kelsey é tolinha mesmo, mas acho que pelo fato de o livro ser para o público juvenil, ao menos nunca fui esperando algo adulto da série que li e curti bastante.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Ingrid, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, ganhei o primeiro livro da série e vou ir trocar no sebo, mas ótima resenha!
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Oiee,
    Eu não li essa série da autora, estou lendo a outra e gosto muito da escrita dela, por isso quero muito ter a oportunidade de ler esses também. E Espero gostar, mesmo tendo ouvido que a protagonista é insuportável.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Essa é uma das minhas séries preferidas e ao contrario de você gosto da Kells e a Colleen trabalhou muito bem a questão da mitologia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muito ler esse livro e acho que vou gostar bastante se eu for ler. Tem uma ou outra coisinha que poderiam me irritar mas no geral a leitura me parece ser muito boa.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ingrid.
    A capa desse livro é linda e já vi vários comentários negativos a respeito da personagem principal, e isso tinha deixado minhas expectativas um pouco mais baixas.
    Agora ver que você não gostou do livro como um todo, me deixou sem vontade nenhuma de ler.
    Quem sabe eu ainda não dê uma chance futuramente para tirar minhas próprias conclusões. Mas creio que agora não é o momento certo!
    Adorei sua resenha e a sinceridade!

    ResponderExcluir
  9. eu li poucas páginas e desisti... achei a escrita entediante, a história não engrenava...
    passo longe das obras dessa autora...
    mas realmente tem bastante leitor que é fissurado nos livros dela...]
    bj...

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Nossa sério?! A Maldição é bem divisor de opiniões e confesso que sou fã mega da Colleen e da Saga dos Tigres. De fato, Kelsey é bem irritante, mas para quem é fã de fantasia, todo o resto vale muito a pena. A forma que a Houck trabalhou a India é magnífica e faz você ficar grudado. De fato é questão de gosto e quem está mais acostumado com esse universo se sente mais confortável. Que pena que não deu certo!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu vejo esse livro faz anos e acho ele lindo, porém até hoje não quis pegar pra ler, já vó diversas opiniões, acho que ta na hora de ter a minha né ?
    Parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  12. Nossa Ingrid, estou meio chocada com a sua resenha kk
    Só escutei coisas boas desse livro, tanto que fiquei doida quando ganhei essa série de aniversário. Agora... nossa acho que definitivamente vou com menos sede ao pote quando lê-lo.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Topo