Eloah - Letieri B. Bianchini

Sinopse: O que você faria ao ver um filho a beira da morte
descubra lendo esta incrível história
Esta história é o desabafo de uma família (a minha) que viveu e vive uma história de amor, fé, superação e união. Um casal que teve uma filha deficiente visual.

Letieri Brum Bianchini
Número de páginas: 40
Edição: 1(2016)
Clube dos Autores


Recebi do escritor Letieri B. Bianchini através da indicação de uma amiga em comum, o livro Eloah, que conta a história de sua família, principalmente de sua filha caçula, a mesma que deu nome ao livro. Eloah chegou para mudar suas vidas, uma gravidez muito planejada, a tão deseja filha, tudo correndo bem, mas o nascimento dela trouxe algo inesperado, ela nasceu sem os globos oculares. Veio a terrível noticia de que ela nunca iria enxergar.

Como lidar com o problema? Quantos desafios teriam que enfrentar? Como seria a vida de Eloah? Tudo isso é o que descobrimos ao ler o relato verdadeiro desse pai. Quando digo verdadeiro é porque foi exatamente isso que ele me passou, não romantizou a situação, não escondeu os medos, fraquezas e nem os sentimentos contraditórios, mesmo aqueles dos quais não se orgulha.

A deficiência física não foi o único desafio que essa pequena guerreira teve que enfrentar, ela teve muito perto da morte, ela aguentou firme quando nem os médicos acreditavam em uma recuperação. Mas seus pais e sua irmã nunca perderam a fé, e posso afirmar que foi a fé e o amor que manteve Eloah viva, mas isso você só vai entender lendo o livro.

"... chegaram a achar que nós não entendiamos a situação, no entanto eles que não entendiam que por um filho se luta até o fim."


O que mais me surpreendeu no livro foi a parte que é relatado o preconceito, chega doer saber que acontece tantas situações ruins só por conta das pessoas serem preconceituosas, tem situações que eu realmente não imaginava, só quem passa por isso sabe o que realmente acontece e todo o mal e causa a vítima e aos envolvidos. E pelo que entendi ao longo da leitura, foi que o autor, resolveu dividir a sua história para evitar que tais ações continuem a machucar as pessoas, e esse é o motivo principal pelo qual quero ajudar a divulgar esse trabalho.

"Fico triste em pensar que o mundo vai ser muitas vezes cruel e amargo e que nem sempre estarei lá para defendê-la, mas farei tudo que puder para ensinar o caminho e que nem sempre a vida é justa, mas que se tiver coragem e vontade tudo será possivel."

Um livro emocionante, com uma história real, que não é como os contos de fada, mas que mostra que o amor pode sim trazer a felicidade para a vida das pessoas, e que a aceitação e o respeito são fundamentais para pessoas com necessidades especiais. Essa família tem todo meu respeito e apoio. Fiquei feliz em conhecer pessoas como vocês, pai, mãe e irmã, Eloah teve muita sorte de nascer nessa família, e isso será um grande diferencial em seu futuro.




Como já diz a capa, Eloah, uma historia de amor, fé, superação e união. Recomendo muito a leitura. Impossível ler e não ser emocionar, eu mesma chorei lendo em um ônibus lotado.

"... acredite, não importa a dificuldade se tem alguém por quem lutar."

Sobre o autor:
Sou Letieri Brum Bianchini, sou escritor e professor de capoeira. Descobri a escrita quando minha filha mais nova nasceu,devido a todos os obstáculos que passamos e as experiências boas e ruins. Decidi que,se eu dividir minha experiência de ser pai de uma filha especial com outros pais, eu possa ser útil. Não se tem muita coisa escrita por outros pais de crianças especiais, talvez por medo da exposição, ou até mesmo de falso julgamento de pessoas que não nos entendem,e quem passa por obstáculos iguais aos meus, acaba por escutar somente quem passa também. Espero que minha missão de ajudar aos pais de primeira viagem,e fazer a sociedade entender que,nossos filhos não são dignos de pena,não são coitados,nem são bizarros,e acreditem há quem pensa assim.

Mais informações:

Fan Page Eloah 

Onde encontrar o livro:

Livro Impresso
E-book no iTunes
E-book no Play Store

14 comentários

  1. É tão triste saber que as pessoas têm preconceito com uma pessoinha tão linda, Eloah merece todo amor e respeito do mundo por não desistir, que Deus continue abençoando e fortificando essa família linda!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, pareceu bem forte mesmo. Fiquei com vontade de ler pois sempre me inspiram essas histórias de luta, garra e determinação. Ainda mais quando é pelos filhos.

    Clau
    @AsPAsseadeiras

    ResponderExcluir
  3. Nossa linda história .... adorei saber sobre esse livro

    bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que história emocionante! Fiquei com vontade de ler o livro todo. Ótima dica.

    ResponderExcluir
  5. Pareceu uma boa história. Emocionante e forte. Boa dica para leitura

    ResponderExcluir
  6. Deve ser muito, muito emocionante e triste né? Nem consigo imaginar!

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. triste não, talvez dificil,mas somos felizes por ter nossa filha conosco,vencemos e venceremos sempre se nossa familia se mantiver unida

      Excluir
  7. Oi Aline, imagino o quanto deve ser difícil receber a notícia de que o filho que está gerando nascerá com algum tipo de deficiência, mas o amor é capaz de dar forças sobrenaturais pra ir a luta! Linda história e que essa família continue com muita união e fé. Bjus.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo! Amei a história!

    Beijos, Laura
    www.maede2.com.br

    ResponderExcluir
  9. Fiquei curiosa mas ao mesmo tempo com aperto no coração.....
    Uma história emocionante sem duvida nenhuma

    ResponderExcluir
  10. Muito emocionante e verdadeira, pois por um filho se vai mesmo até o fim!

    ResponderExcluir
  11. Que linda história! Com certeza deve ser um livro pra gente se emocionar e refletir sobre a vida. Gostei da dica! Bjs Fabi

    ResponderExcluir
  12. Linda a história, ótima dica!
    bjs,
    Alê
    http://www.dafertilidadeamaternidade.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ótima dica de leitura.... História de amor e superação!

    BJ
    Estela
    www.equilibrioefamilia.com.br

    ResponderExcluir

Topo