Pelos caminhos da vida - Cristina Censon [Resenha]

Na França, em pleno século XIV, vive Adele, uma jovem de apenas 13 anos. Apesar de tão pouca idade, ela se vê obrigada a enfrentar uma intensa jornada pessoal quando seu pai descobre que é sensitiva, capaz de ver e conversar com espíritos. Ao lado de sua aia Justine, Adele foge da ira paterna e vai ao encontro de Elise, única pessoa que poderia ajudá-la a lidar com seus dons. E é a figura emblemática de Elise que unirá Adele a Aimée, jovem de igual sensibilidade e dons. O pai de Adele, no entanto, não desiste da perseguição à filha, e sua vingança acaba resultando numa tragédia de grandes proporções. 

Pelos caminhos da vida
Só o amor une almas
Trilogia # 1
Cristina Censon - pelo espírito Daniel
Ano: 2016 / Páginas: 384
Editora: Petit Editora





“Na realidade, pensar por si mesmo já é algo ameaçador àqueles que preferem ver o povo permanentemente ignorante e manipulável.”

Esse livro ficou bastante tempo na minha fila de leitura, depois demorei a conseguir um ritmo, algumas partes foram arrastadas, mas posso afirmar que deveria tê-lo lido antes e valeu a pena insistir na leitura. Como já esperava Pelos Caminhos da Vida, trouxe muito aprendizado, uma história belíssima e emocionante, já sou fã assumida dos livros da  Petit Editora mas esse foi sem dúvidas o que mais me emocionou e ensinou.

Um romance espirita de época que se passa na obscura idade média, onde tudo era controlado pela igreja, onde ser diferente era uma sentença para a perseguição e a morte, e ser mulher já era limitador, quatro mulheres resolveram assumir seus dons e seguir seu destino com coragem e amor. 



Adele é o pivô de toda a história, uma jovem sensível e com dons magníficos, totalmente incompreendida e condenada pelo próprio pai, um tirano que não pensa em suas ações e acha que está acima de todos a sua volta. Para escapar de seu pai e salvar sua própria vida, ela parte com ajuda de sua fiel amiga Justine a procura de Elise, que poderá auxilia-la a lidar com seus dons e usá-los para o bem.

Em seu caminho encontram Adrien, um jovem de bom coração que passa por inúmeras  provações mesmo sendo tão jovem, ele perdera toda sua família e sua noiva para a peste negra, e já não tinha mais sentido na vida. Ele resolve ajudá-las e partem assim para uma longa jornada, onde suas vidas cruzarão com outras,e a partir daí seus destinos estarão interligados, e o desfecho é imprevisível.

Com um enredo envolvente, bem elaborado, com escrita leve de fácil entendimento, cheio de reviravoltas e personagens muito bem construídos, o livro envolve o leitor a cada nova página, em uma história, carregada de ensinamentos e fortes emoções. Eu tive que pausar a leitura em alguns momentos para conter as lágrimas, absorver os acontecimentos e me recompor.


"Jamais deixe de confiar e não se permita ter aqueles pensamentos infelizes, de que não existe razão para continuar a viver. A razão é você."

Achei interessantíssima a forte crítica ao momento obscuro de perseguições e intolerância que a Igreja Católica sujeitou a população na época, a presença constante do medo é latente. O que me entristece um pouco é saber que na atualidade ainda existe pessoas com pensamentos dessa época. 

O livro está belíssimo, tanto no conteúdo precioso que apresenta, quanto no trabalho editorial, com uma capa belíssima e uma diagramação impecável. Uma leitura para todas as pessoas, independente de religião, pois é um aprendizado para a vida.

"Podemos ajudar aqueles que amamos, mas não podemos viver a vida que ele escolheu."



Pela quantidade de post-its, dá para notar que não quis perder nenhum ensinamento do livro. Como sempre digo, um livro que acaba com seus post-its merece ser lido e relido. Recomendo fortemente. E já estou aguardando os próximos livros ansiosamente.


“(...) o amor é algo sutil que escapa aos olhos mais desavisados. Encontra refúgio apenas onde lhe é oferecido abrigo. (...)”

23 comentários

  1. Olá
    essa é a primeira resenha que leio desse livro. Que bom que você insistiu na leitura e conseguiu finalizá-la. Acredita que eu ainda não li nenhum título da editora? Mas tenho vários como desejados e com certeza esse entrou para a lista também. Gosto de romances de época, mas fiquei curiosa por ser espírita. Obrigada pela indicação...

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, faz algum tempo que eu conheço esse livro mas ainda não realizei a leitura dele, e nem pretendo. Eu gostei bastante da sua resenha e de ver a sua opinião sobre a obra, mas a trama em si não me desperta interesse para a leitura, mas sei que para quem curte o gênero é uma obra que deve deixar muitos ensinamentos, assim como você falou.

    ResponderExcluir
  3. O que mais me chamou a atenção em toda a resenha foi a foto com esses milhares de flags... só isso já me fez interessar forte pelo livro. Curiosa pela abordagem da critica para com a Igreja. Quero muito ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Apesar da editora está crescendo no mercado literário, eu nunca ouvi falar desse livro e nunca li nenhum livro dela. Já até sorteei alguns livros dela nas maratonas literário que realizei com os leitores do meu blog, mas nunca li nenhum. Esse livro parece ser bem interessante, vou vê se mais para frente eu consigo tento fazer a leitura dele!

    https://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie, eu sou kardecista e confesso que faz tempo que não leio livros espíritas porque na verdade algumas coisas abalaram um pouco a minha fé. Mas achei o enredo desse realmente bem interessante ainda mais pela época em que ele se passa onde ver espíritos ou ter qualquer tipo de dom mediúnico não era visto com bons olhos. O enredo me interessou nesses aspectos e vou dar uma chance a leitura.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Oie...
    Não conhecia o livro, mas, pela quantidade de post it com certeza é uma ótima obra, pois, adoro livros com trechos marcantes assim.
    A premissa da obra também muito me agradou e inclusive fiquei com uma vontade imensa de ler! O fato do livro se passar em Paris também me agradou... Não sei porque mas sempre AMO leituras parisienses rsrs

    ResponderExcluir
  7. Oii!!!

    Caraaaaaca! Quanto post it menina!!! Adoro quando livros assim mexem conosco! Eu não conhecia o livro nem mesmo a autora e gostei do enredo.
    Aliás é a primeira vez que me interesso por algo da editora.
    Gostei!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oii
    Não conhecia o livro e parece um livro encantador, mas não gosto muito de romances espiritas, mesmo assim gostei da sua resenha, da pra ver que o livro te encantou, e pobre garota, poder ver e ter sensibilidade com coisas sobrenaturais em uma época em que a igreja católica perseguia as pessoas com esse dom, realmente trágico...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. OI... que resenha encantadora. A capa e o título desse livro já me cativaram, mas a sua escrita me deixou com coceiras, de tanta vontade de ler, pois livros de época são meus preferidos e ainda mais quando tem como palco a história... ahh, sou obrigado a comprá-lo. Gostei de ver que tem um lado espírita, uma proposta diferente que eu não tinha lido ainda.. Obrigado por compartilhar essa obra linda... até mais...

    www.livroselegendas.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?

    Bom, achei muito legal a estória se passar na idade média, e isso me deixou curiosa quanto a obra, pois esse é um período de muitas perseguições da igreja católica, mas eu nunca consegui lê mais que um capítulo de qualquer obra do gênero. Por essa razão, eu não leria a obra, mas a sua resenha ficou ótima, e deu pra perceber o quanto você gostou da leitura.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Adorei sua resenha, sempre gostei muito de livros espíritas e esse me chamou a atenção por ser de época. Quero o que essa perseguição por parte da Igreja Católica acarretou para a vida das pessoas nesse tempo, e concordo com você: ver pessoas tendo esse mesmo pensamento hoje em dia me desanima demais e me faz perguntar onde é que vamos parar.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Ola,

    Confesso que, particularmente, me sinto bastante atraída por romances de época. Não havia ouvido falar deste livro ainda mas pela tua resenha brotou uma curiosidade gostosa em lê-lo.

    Creio que a autora conseguiu transmitir as características da vida da época bem como os anseios religiosos buscado pela protagonista num mundo dominado pela Igreja. Já está na minha lista de livros para adquirir.

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Eu adoro livros com uma temática medieval, por mais que eles sempre me deixem revoltada por conta da forma como as mulheres eram tratadas antigamente (e ainda são em alguns lugares, né.). Eu não sou fã de livros espíritas, na verdade, é um dos poucos gêneros que eu não leio, então não me sinto completamente ansiosa e curiosa para ler este livro. Parece ser interessante e original, mas não é bem prioridade para mim *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu adoro romances espíritas, e esse foi um dos mais dendos que já li exatamente por isso, mostrar a intolerância da igreja católica com outros tipos de religiões. Ao mesmo tempo que gostei da leitura, achei a trama um pouco arrastada, acho que poderia ter sido menos detalhado, mas mesmo assim amei tudo!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bem?
    Eu já tive a oportunidade de ler esse livro, e confesso que me apaixonei pela historia. Eu tirei várias lições valiosas da historia, e aprendi muito com os personagens. Com certeza é um ótimo livro.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Achei bastante legal a temática do livro, apesar de não ser algo que eu leria pois não sou mto chegada ao gênero espírita.
    Mas a questão que vc ressaltou sobre a intolerância deve ser muito triste de acompanhar no livro, pois se hoje em dia ainda são vistos como adoradores do demonio e entre outros adjetivos para os espíritas, imagina na época do livro

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Nossa, quantas marcações no livro, deu para notar o quanto gostou e teve passagens importantes para você. Os livros espiritas são lidos pela colunista do blog, e ela é apaixonada pelo gênero. Sempre está a comentar algo que aprendeu nas tramas lidas, muito bom.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bom?
    Ainda não conhecia esse livro, confesso que a historia em si não me chamou atenção. Mas vendo o quanto você gostou dele, me despertou uma curiosidade para procurar mais sobre ele.

    Abs,

    ResponderExcluir
  19. Quanto post-it ! Ainda estou me adaptando a usa-los, são bem úteis, os livros da editora sempre nos ensinam algo de valioso, mesmo com partes arrastadas vale a pena prosseguir a leitura, eu entendo que realmente com alguns livros temos que dar uma espaço, ou acabamos não absorvendo todo conhecimento e acontecimentos da maneira certa, e fica apenas como '' uma leitura a mais'' ao invés de um livro com ensinamentos, vou colocar como desejado, confesso não gostar tanto da diagramação da editora, mas o que importa é a história

    ResponderExcluir
  20. Nossa, acabou com seus post-its? hahahaha

    Legal saber que você se emocionou ao ponto de ter que segurar as lágrimas, mas como eu não curto livros espíritas, esse é o único motivo pelo qual eu não leria a obra. Infelizmente perseguições e intolerância existem desde sempre, hoje em dia os homossexuais, por exemplo, sofrem nas mãos de certas vertentes religiosas, principalmente das protestantes. Por isso que eu digo que eu cada vez mais sou mais fé e menos religião, pois Cristo une, e não condena.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Aline, tudo bem?
    Eu estou para ler esse livro e com certeza só ele chegar aqui em casa que irei correr para pegar. Eu sou suspeita de falar pois adoro esses livros mais voltados para espíritas, e devo dizer que esse me cativa muito, além de trazer muitos ensinamentos. Fiquei muito feliz com a sua resenha e com certeza irei ler muito em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  22. Olá Aline,
    Já li esse livro e, assim como você, demorei para pegar o ritmo e só fui pegar nas últimas 100 páginas. Achei muito legal ter lido sua resenha. Gostei muito da construção dos personagens e o livro é, mesmo, repleto de ensinamentos, mas eu não usei tantos post-its como você.
    Espero que os próximos livros sejam lançados logo.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem? Sua resenha está muito boa e super bem construída. Porem, o enredo nao chamou minha atenção, mas fiquei bastante feliz de como ele te acrescentou e te ensinou.

    ResponderExcluir

Topo