Já Está Tarde


Já está tarde e eu ainda tenho tanto pra escrever. 
É tarde demais para tudo o que eu preciso dizer. Ainda não sei se o tempo passou muito rápido ou se não houve tempo, se me calei ou se falei tanto que deixei o importante passar. 

Eu te abracei sem dizer o quanto te amo, eu ri quando você disse que me amava, não foi por maldade, era felicidade! Mas, confesso que não cria nesse amor... É, eu sou tão insegura que é difícil acreditar que um eu te amo seu era verdadeiro. Eu demorei tanto pra dizer, eu busquei tanta coragem, que quando consegui dissipar o medo, quando consegui dizer que não era brincadeira, mas que o meu amor é verdadeiro, era tão tarde, porque outro alguém disse. 

Foi assim, pelo medo que perdi você. Foi por querer esperar o tempo certo que não vi os ponteiros do relógio girarem, não vi que o tempo de dizer que ama é quando se encontra o amor.



Um comentário

  1. Cris, seus textos tocam a minha alma. Não podemos perder amores por medo, não posso.

    ResponderExcluir

Topo