Casa Comigo?


Duas da manhã, e eu sei que as decisões que tomar agora serão erradas, pego o celular, olho sua foto e penso te ligar, deixo o celular de lado, tela pra baixo, me levanto e pego uma camisa, preciso te ver, procuro as chaves, pego o celular e vou. 

Paro em frente sua casa, desligo o carro, pego o celular e olho sua foto mais uma vez, respiro fundo e te ligo ouço a sua voz rouca do outro lado e estremeço.

-Eu preciso te ver, estou em frente sua casa.
-Você está louco? São duas da manhã, você sabe que 
-Nada de bom acontece depois das duas da manhã  (falamos juntos).
-Eu só preciso te ver. 

Você desliga e eu fico ali parado, a luz do seu quarto se acende e eu respiro um pouco mais aliviado, desço do  carro e te espero em frente à porta, você abre com lágrimas nos olhos e eu entendo o quanto fui idiota.

-Me perdoa ter te deixado aqui, queria organizar minhas prioridades e não entendi que sem você nada faz sentido, eu poderia conquistar o mundo, mas sem você meu mundo seria vazio, eu sei que não tenho o direito de sair da sua vida e voltar assim, mas eu preciso de você. 

-Eu passei todo esse tempo esperando por isso, eu dormi olhando a sua foto e esperando você ligar, bater aqui na porta e dizer que me ama e se arrependeu, e agora você está aqui e eu não sei o que dizer.
-Só diz sim, por favor. 

Tiro do bolso uma caixinha vermelha, pego sua mão, me ajoelho e olho bem no fundo dos seus olhos e pronuncio duas palavras que podem mudar nossas vidas.

-Casa comigo?



Um comentário

Topo