Busca incansável

Por Ingrid

Um novo dia, uma nova cobrança, uma noite mal dormida não tira o peso dos seus ombros, pelo contrário, parece que seus travesseiros pesam uma tonelada. 
Sua boca não solta uma palavra pois sabe que sua mente já está barulhenta o suficiente. Seus pensamentos são confusos. Ora querem agradar um, ora preferem o outro. No final, você não agrada ninguém e não dorme mais uma noite. 

Nesse novo dia você busca ser uma pessoa melhor. Lava o rosto e promete a si mesmo que agradará a você mesma. Será conhecida pelas boas coisas que cultiva, não porque segue a opinião e vontade dos outros. Evita falar demais e tenta acalmar os pensamentos indo a um lugar tranquilo. 
Chegando lá você vê começa a observar as pessoas. Vê o quanto as pessoas não se gostam, querem passar a perna no outro. Furam fila e cospem no chão. Preferem gritar uns com os outros ao invés de buscarem um ombro amigo.

@morgana_d

Os seus pensamentos não estão sendo tranquilizados e sim organizados. Você começa a perceber que necessita de um amigo. Não dá para agradar todo mundo. E quando alguém cisma que você precisa somente agradá-lo, ele não é seu amigo. 

Finalmente o dia vai se pondo e avidamente você percebe que não pode ficar mais uma noite sem dormir. Seus travesseiros podem pesar, mas sua mente está organizada. Você vai se agradar apenas e começa indo dormir. Sem peso nos ombros. Sem fotos com seus supostos amigos. Com um meio sorriso no rosto e principalmente, sem buscar incansavelmente por auto-perfeição.

8 comentários

  1. eu diria que essa busca é meio impossível... não dá pra ser feliz por completo, nem perfeito sempre... enfim... o texto é interessante, faz a gente refletir... e sobre o peso do ombro, é uma batalha constante...
    bjs...

    ResponderExcluir
  2. Oi, achei seu texto bem reflexivo e profundo e bem verdadeiro, pois não dá para ser perfeito sempre e nem agradar a todos o momento todos, temos que principalmente nos agradar e tentar viver da forma plena, sem peso nas costas, simplesmente sendo nós mesmos. Ótimo texto
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Oiii lindinha, como vai?
    Confesso que me apaixonei perdidamente pelo o texto que você trouxe, é algo que sempre iremos buscar durante toda a nossa vida, uma busca impossível e incansável? Talvez, mas creio que seja um das incríveis missões que temos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. A busca de nossa essência, livramento das exigências sociais... acredito que nascemos para isso, para a busca do auto-conhecimento, acredito que ele é a chave de muitas portas que aparecem em nosso caminha pela vida.
    Parabéns pelo texto!

    bjo.
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ingrid, texto muito bonito e verdadeiro.
    Querer agradar os outros é uma tolice.
    Devemos buscar fazer a nossa parte e tentar não pensar nas atitudes dos outros.

    ResponderExcluir
  6. Oiii.
    As pessoas naturalmente estão insatisfeitas consigo mesmas, sempre buscam algo e quando encontram não se sentem realizadas e dai vem aquela insegurança de novo e assim a vida segue.
    Adorei o post, parabéns
    Bjs Mary :)
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que texto inspirador. De fato a gente busca, busca e busca mas não sabemos o que encontrar. Adorei o post, parabéns!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. No fim o que importa é sermos nós mesmos, mesmo que isso desagrade as pessoas!

    ResponderExcluir

Topo