{Resenha} A menina que colecionava borboletas - Bruna Vieira

Por Ingrid 

Da série mais um presente de aniversário bem sucedido, vindo da minha melhor amiga Mariana. A menina que colecionava borboletas da queridíssima blogueira Bruna Vieira
Nesse seu terceiro livro, Bruna já não tem mais quinze anos e já está bem mais madura com suas crônicas. 
São 49 crônicas com os pensamentos da autora, seus sentimentos escritos no papel que a Editora Gutenberg soube editar para nos presentear através dessa obra. 

"Estar no comando da própria vida é uma das melhores sensações que o ser humano consegue experimentar. A melhor, até onde sei, ainda é o amor. Viver as duas coisas ao mesmo tempo não é tão simples quanto parece, como descrevem nos filmes e livros. É raro. Muito raro. Nossa sorte é que tentar também é divertido. Não sei você, mas eu adoro me apaixonar."

Este livro é caracterizado como literatura juvenil, pois a Bruna escreve em uma linguagem fácil de entender e com trechos de menina apaixonada. Com borboletas no estômago

"A cada dia eu sei menos de você e mais de mim"

Bruna nos mostra que a vida tem seus percalços e pode ser, sim, momentos coloridos. E principalmente que todas nós queremos uma coisa em comum: paz em ser livre. Não é a toa que a autora é uma das blogueiras mais influentes da atualidade, ela sabe falar com domínio de causa sobre o amor ao mesmo tempo que sabe que precisa aprender muito ainda. Todavia, todos nós precisamos. O amor é uma lição diária e cabe a nós entendermos que ter borboletas no estômago pode ser uma excelente coisa. 

Sinopse: Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

Para quem é fã da autora, já resenhei aqui no blog o Depois dos quinze e o De volta aos quinze. Passa lá e comenta.

3 comentários

  1. A Bruna é uma das Blogueiras que consegue escrever bem menos. Os textos dela não perdem a graça né? Só não gosto do canal dela.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, acho a capa desse livro incrível! Adicionei ao meu Skoob há um tempo atrás só por causa disso! Mas, agora que sei que é um livro de crônicas, tenho certeza de que vou gostar!
    Bjss

    http://olhoscastanhostambemtemoseufascinio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, sempre vejo ótimas críticas sobre essa obra...quero ler também!

    Gostei da resenha e a capa é lindíssima <3

    Abraços

    ResponderExcluir

Topo