Encontros



Todo mundo já teve algum encontro improvável, daqueles que reviram sua vida e te tiram do eixo. Algumas vezes você nunca mais encontra tal eixo, outras você nem deseja retornar ao que era antes. As vezes são tantos encontros que vão se somando em sua vida e dando uma nova direção, novos sabores, que penso que são esses encontros que nos tornam quem somos, pois cada pessoa que conhecemos nos acrescentam algo e nos tiram algo, nos fazem diferentes quando junto e nos deixam diferentes quando partem.

Encontros de corpos, encontros de almas e desencontros dolorosos... 





Tem aquele encontro que só de lembrar o nome, o cheiro, o gosto, já causa arrepios na pele, vontade do reencontro, do toque, saudade de estar junto, aquela satisfação de saber que existe alguém seu no mundo, mesmo sabendo que esse conceito de posse não existe, sabem-se um do outro.




Tem aquele encontro que você daria tudo para reencontrar, mas a vida mudou, o tempo passou e o que havia de mais intenso entre vocês foi substituído por algum relacionamento morno que por comodidade é mantido ano após ano. Mas a saudade ficou, o gostar não passou, a vontade ainda existe mas vocês não pertencem mais um do outro.







Tem aquele encontro que ainda não aconteceu, mas que você já conhece mais do que a você mesmo, parecem ter a mesma alma, mas nunca se tocaram, nunca sentiram o cheiro um do outro, mas a presença não é física, você está onde está seu coração. E seu coração está lá agora.



Tem aquele encontro que você preferia que não tivesse acontecido, alguém com quem você dividiu uma vida e hoje é o maior dos estranhos, se antes se entendiam por olhares, hoje não conseguem trocar palavras, a presença antes desejada agora incomoda e as lembranças não perdoam. Geralmente são as pessoas que mais amamos um dia na vida, aquela pessoa que você mais perdoou mas que por algum ou vários deslizes, se torna a pessoa que você preferiria nunca ter conhecido. 


E tem ainda aquele encontro que ainda não aconteceu, não tem hora e nem data marcada, talvez hoje, talvez daqui cinco anos, vinte anos talvez, pode até ser um reencontro, mas que será o encontro de sua vida. Pois a vida é feita disso, chegadas, partidas e encontros improváveis. 




E em todos esses encontros improváveis, nunca se perca de você, saber quem é e se amar é o encontro mais importante da sua vida.


Texto: Lila Motta

7 comentários

  1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏😍😍😍😍

    ResponderExcluir
  2. Me encontrei em cada um desses encontros! Texto lindo! Parabéns, sou sua fã!

    ResponderExcluir
  3. Me encontrei em cada um desses encontros! Texto lindo! Parabéns, sou sua fã!

    ResponderExcluir
  4. Belo texto... acrescentaria aquele encontro que marcou, tranaformou a sua vida e mesmo com o passar dos anos tem sabor e cheiro de primeiro encontro, pois o amor se renova, os cuidados permanecem... o encontro mãe e filho (a) que nunca perde o encanto!

    ResponderExcluir
  5. Belo texto... acrescentaria aquele encontro que marcou, tranaformou a sua vida e mesmo com o passar dos anos tem sabor e cheiro de primeiro encontro, pois o amor se renova, os cuidados permanecem... o encontro mãe e filho (a) que nunca perde o encanto!

    ResponderExcluir

Topo